Ultimas

Francisco Macedo

Notícias Regionais

Polícia

Concursos

Mundo Político

ÚLTIMOS POSTS

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Polícia procura suspeitos de matar empresário na frente do filho no PI



As polícias de Padre Marcos e Francisco Macêdo procuram os suspeitos de assassinar um empresário na frente do filho adolescente na PI-243, entre as duas cidades. O crime aconteceu na sexta-feira quando pais e filho foram seguidos por dois homens armados em uma moto. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Picos.

De acordo com o capitão Lindomar Félix, da Companhia da Polícia Militar de Jaicós, o empresário Estevam João dos Santos, 67 anos, conduzia um veículo Fiat na companhia do filho de 13 anos quando os homens na motocicleta o alcançaram e o atingiram com tiros na cabeça. A vítima perdeu o controle do veículo, desceu uma ribanceira e morreu no local. O filho da vítima não sofreu nada grave.

Policiais do Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Padre Marcos foram os primeiros a chegar no local do crime. As causas do assassinato ainda são desconhecidas. Conforme o capitão Lindomar Félix, as investigações estão sendo dificultadas pelo fato de toda a família do empresário ter ido embora para o Tocantins após o crime.

"Toda a família foi embora após o crime, inclusive o corpo foi sepultado no Tocantins. As informações que a gente tem é que ele já morou muito tempo lá e por isso foram todos embora. As investigações ficam difíceis porque a única testemunha do crime, que é o garoto, foi embora e o delegado não conseguiu ouvir ninguém da família", falou.

O inquérito foi enviado para Picos porque a cidade de Jaicós está temporiamente sem delegado. O G1 tentou contato com o delegado de Polícia Civil de Picos responsável pelo caso, mas as ligações não foram atendidas.

G1-PI

Governo do Piauí vai receber R$ 10 milhões para a operação carro-pipa

 O repasse de recursos emergenciais foi autorizado pela Sedec após análise

Imagem reprodução da web
Com o objetivo de garantir o abastecimento de água potável no Piauí, o Ministério da Integração Nacional autorizou o empenho e a transferência de R$ 10,1 milhões ao Governo Estadual para a realização de operação carro-pipa em 42 municípios. Mais de 124 mil pessoas serão atendidas com a circulação de 214 caminhões. A portaria foi publicada na edição desta terça-feira (27), no Diário Oficial da União.
O repasse de recursos emergenciais foi autorizado pela Sedec após análise do Plano de Trabalho apresentado pelo Governo do Estado do Piauí. As ações visam restabelecer o atendimento de municípios que tiveram seus sistemas de abastecimento de água comprometidos após o prolongado período de seca que afetam as regiões.
As medidas de enfrentamento e mitigação dos efeitos da seca são complementares às ações dos estados e municípios.
O valor é empenhado a título de transferência obrigatória e é proveniente da Medida Provisória do Governo Federal, publicada em agosto deste ano, que destinou R$ 789,9 milhões para ações emergenciais promovidas pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec). Desse total, mais de R$ 260 milhões são direcionados exclusivamente para ações de mitigação dos efeitos da seca na região semiárida do país.

Municípios contemplados 
Acauã, Alagoinha do Piauí, Alegrete do Piauí, Anísio de Abreu, Avelino Lopes, Belém do Piauí, Betânia do Piauí, Bonfim do Piauí, Caldeirão Grande do Piauí, Campo Alegre do Fidalgo, Campo Grande do Piauí, Capitão Gervásio Oliveira, Caracol, Caridade do Piauí, Coronel José Dias, Curral Novo do Piauí, Dirceu Arcoverde, Dom Inocêncio, Fartura do Piauí, Francisco Macedo, Fronteiras, Guaribas, Isaias Coelho, Itaueira, Jacobina do Piauí, Jaicós, Jurema, Lagoa do Barro do Piauí, Marcolândia, Massapê do Piauí, Morro Cabeça no Tempo, Padre Marcos, Pio IX, Queimada Nova, São Braz do Piauí, São Francisco de Assis do Piauí, São Julião, São Lourenço do Piauí, São Raimundo Nonato, Simões, Várzea Branca e Vila Nova do Piauí.

Fonte: Com informações da Assessoria

  

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Faustão xinga, ataca gestão Temer e critica reforma na educação

Imagem reprodução da web
O apresentador Fausto Silva, o Faustão, criticou neste domingo (25) durante seu programa ao vivo na TV Globo o projeto de reforma do ensino médio anunciado pelo governo Michel Temer (PMDB) na semana passada.

"A educação física os caras iam tirar. Essa p**** desse governo nem começou, não sabe se comunicar e já faz a reforma sem consultar ninguém", disse Faustão.

O apresentador fez os comentários enquanto falava sobre os Jogos Olímpicos com o ginasta Diego Hypólito, que estava no estúdio.

"Então, o país que mais precisa de educação faz uma reforma com cinco gatos pingados que não entende p**** nenhuma, que não consulta ninguém e aí, de repente, tira a educação física, que é fundamental na formação do cidadão", disse. "Aí, quando você percebe, um país como esse, que tem uma saúde de quinta [categoria], não tem segurança, não tem emprego, não tem respeito a profissões básicas. O país que não respeita professor, pessoal da polícia e pessoal da área de saúde e um país que não oferece o mínimo ao seu cidadãos."

Um possível fim da obrigatoriedade das disciplinas de educação física e artes no ensino médio tornou-se uma grande polêmica após o anúncio do governo. Na quinta-feira (22), ao apresentar o plano de reformulação dessa etapa de ensino, o Ministério da Educação distribuiu texto do que seria a medida provisória encaminhada ao Congresso. Segundo esse documento, as duas disciplinas somente seriam obrigatórias a partir de agora nos ensinos infantil e fundamental.

Após a repercussão ruim, o governo recuou e, no texto da medida provisória publicada em edição extra do "Diário Oficial da União" na sexta (23), a regra passaria a valer a partir do segundo ano letivo posterior à aprovação da BNCC (Base Nacional Comum Curricular).

O Ministério da Educação não quis se pronunciar sobre o desabafo de Faustão. Desde a semana passada o governo tem insistido que não há previsão de exclusão de disciplinas, e que todos os conhecimentos estarão previstos na Base Nacional.

Fonte: MSN

sábado, 24 de setembro de 2016

Dr. Waldemar Neto e Roberval realizam grande passeata em Padre Marcos. Veja Fotos!



Os candidatos da coligação “Para Padre Marcos Voltar a Sorrir”, formada pelos partidos PP, PDT, PPS, PR e DEM, Dr. Waldemar Neto e Roberval Lima candidatos a prefeito e vice-prefeito, respectivamente, realizaram na manhã deste sábado uma grande passeata pelas principais ruas da cidade de Padre Marcos, onde uma enorme multidão vestida de azul, e com bandeiras erguidas caminharam juntamente com os candidatos mostrando de forma empolgante apoio aos candidatos Dr. Waldemar e Roberval.

Prestigiaram o evento o Senador Ciro Nogueira, presidente Nacional do Partido Progressista, e a vice-governadora Margarete Coelho, que reafirmam mais uma vez total apoio as candidaturas de Waldemar Neto e Roberval.

Além de Ciro Nogueira e Margarete Coelho, estavam presentes todos os candidatos a vereadores da Coligação “Para Padre Marcos Voltar a Sorrir”, o Médico Walter Pereira Soares, ex-prefeita Neide Macedo, lideranças políticas que apoiam Dr. Waldemar e Roberval, além de centenas de pessoas oriundas de todos os recantos do município de Padre Marcos que a cada dia vem de forma calorosa se juntar a família do 11.
    
Ao final o jovem médico Waldemar Macedo Neto agradeceu a população pelo carinho e a presença nessa grande passeata da coligação “Para Padre Marcos Voltar a Sorrir”
                                                                             



.
                                                                                    






































 Cobertura fotográfica: Luiz Filho

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Empresário é morto a tiros na estrada que liga Francisco Macedo a Padre Marcos


O empresário Estevão João dos Santos, de 66 anos, foi morto com dois tiros na cabeça no final da tarde desta sexta-feira, 23, na Rodovia PI 243, que liga as cidades de Francisco Macedo e Padre Marcos.
Estevão que era comerciante do ramo de compra e venda de carros usados, retornava da cidade de Padre Marcos, acompanhado de seu filho menor de idade, dirigindo um Fiat Uno de cor cinza, quando foi perseguido e morto por dois homens numa motocicleta que aproveitaram o momento que a vítima reduziu a velocidade devido a uns buracos da pista para efetuarem os disparos. Após praticarem o crime, os suspeitos fugiram tomando um rumo ignorado. O filho menor de idade que andava junto com o pai e presenciou o crime e saiu ileso.

O corpo do empresário permaneceu no local até às 20h00 aguardando a chegadas dos peritos que realizaram todos os procedimentos legais. Após pericia o corpo foi encaminhado para o Hospital Regional Justinho Luz de Picos para expedição do laudo médico e em seguida ser liberado para a família.



Ensino médio: português e matemática serão únicas obrigatórias

Imagem reprodução da web
Português e matemática serão os dois únicos componentes curriculares obrigatórios nos três anos do ensino médio, de acordo com o novo modelo para a etapa anunciado hoje (22) pelo governo. A definição está em medida provisória (MP) assinada pelo presidente Michel Temer. Atualmente, a etapa tem 13 disciplinas obrigatórias para os três anos.

A MP prevê a flexibilização do ensino médio com o objetivo de torná-lo mais atraente para o jovem, segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho. Os componentes curriculares que deverão ser ensinados no período obrigatoriamente serão definidos na Base Nacional Comum Curricular, que começará a ser discutida no próximo mês e deverá ser definida até meados do ano que vem, segundo o Ministério da Educação.

De acordo com a medida provisória, cerca de 1,2 mil horas, metade do tempo total do ensino médio, serão destinadas ao conteúdo obrigatório definido pela Base Nacional. No restante da formação, os alunos poderão escolher seguir cinco trajetórias: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas - modelo usado também na divisão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) - e formação técnica e profissional.

“O novo ensino médio tem como pressuposto principal o protagonismo do jovem. Hoje é bastante engessado. Esse modelo caminha na direção da flexibilidade”, disse Mendonça Filho.

Arte e Educação Física
O texto, que modifica a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/1996), determina o fim da obrigatoriedade do ensino de arte e de educação física no ensino médio. As disciplinas serão obrigatórias apenas no ensino infantil e fundamental.

As mudanças passarão a valer 180 dias após a publicação da Base Nacional, ou seja, não modificam o atual currículo. De acordo com o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Rossieli Silva, a intenção é enxugar na lei as obrigatoriedades do ensino médio. “Agora a Base Nacional tem que dizer o que é e o que não é obrigatório nesse um ano e meio. Se eu vou definir ênfases, como eu posso ter todos os conteúdos do mundo? Se eu digo que os 13 conteúdos são obrigatórios?”, questionou.

Segundo Silva, artes e educação física, assim como conteúdos como filosofia e sociologia certamente estarão garantidos na Base Nacional Curricular Comum e poderão voltar a ser obrigatórios.

Idiomas
O inglês passa a ser a língua estrangeira obrigatória que deverá ser ensinada em todas as escolas de ensino médio. Outros idiomas podem ser ensinadas em caráter optativo.

A MP abre a possibilidade que os estados tenham mais autonomia nas decisões referentes a essa etapa da educação básica. Um sistema de ensino poderá, por exemplo, definir um sistema de crédito, no qual um aluno cursa determinados períodos e, caso deixe a escola, possa retomar o curso de onde parou e não tenha, necessariamente, que cursar um ano inteiro.

Também está previsto na MP que os créditos adquiridos pelos alunos nesse caso poderão ser aproveitados no ensino superior, após normatização do Conselho Nacional de Educação (CNE) e homologação pelo MEC. Ao entrar na universidade ou no ensino tecnológico, a trajetória escolar do aluno será considerada e ele não precisará cursar matérias que envolvem conhecimentos e competências que já possui.

Carga horária
A reforma também determina que a carga horária mínima anual da etapa deverá ser progressivamente ampliada para 1,4 mil horas, o que tornará o ensino médio integral, com 7 horas por dia.

A expectativa do MEC é que as primeiras turmas que seguirão a formação de acordo com o Novo Ensino Médio começem em 2018, após a aprovação da Base e da MP pelo Congresso Nacional. Não há prazo para que as redes de ensino se adequem às mudanças, mas o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) trabalha com o cronograma do Plano Nacional de Educação (PNE), que deve ser implementado até 2024.

Ensino técnico
Entre as trajetórias que os estudantes poderão escolher está a formação técnica. Os alunos serão certificados e seus itinerários formativos permitirão a continuidade dos estudos. Essa oportunidade de formação vai ocorrer dentro do programa regular, sem a necessidade de o aluno estar cursando o período integral. No ensino técnico, os alunos poderão ser certificados a cada etapa que cumprirem, recebendo uma certificação das competências adquiridas até ali.

As aulas técnicas poderão ser ministradas por profissionais com notório saber - ou seja, sem formação acadêmica específica na área que leciona -, reconhecido pelos respectivos sistemas de ensino para ministrar conteúdos afins à sua formação. “Isso não vale para os demais conteúdos, se eu tenho o ensino de filosofia, eu vou continuar tendo que ter um professor formado em filosofia, isso não muda. Vale apenas para o ensino técnico”, explicou o secretário de Educação Básica.

Resultados
A reforma do ensino médio passou a ser priorizada pelo governo depois que o Brasil não conseguiu, por dois anos consecutivos, cumprir as metas estabelecidas para essa etapa da formação. Dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que mede a qualidade do ensino no país, mostram que o ensino médio é o que está em pior situação quando comparado às séries iniciais e finais da educação fundamental: a meta para 2015 era nota 4,3, mas o índice ficou em 3,7.

Atualmente, o ensino médio tem 8 milhões de alunos, número que inclui estudantes das escolas públicas e privadas. Segundo o Ministério da Educação, enquanto a taxa de abandono do ensino fundamental foi de 1,9%, a do médio chegou a 6,8%. Já a reprovação no nível fundamental é de 8,2%, frente a 11,5% no ensino médio.

Fonte: 180graus (Com informações da Agência Brasil)
 
Todos os direitos reservados © 2016 - FMNews.com.br
Contato: (89) 994010353 e (89) 994174202