Ultimas

Francisco Macedo

Notícias Regionais

Polícia

Concursos

Mundo Político

ÚLTIMOS POSTS

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Porte de CNH e do CRLV pode deixar de ser obrigatório

O porte da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo pode deixar de ser obrigatório.
Porte de CNH pode deixar de ser obrigatrio
O porte da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo pode deixar de ser obrigatório, segundo o Projeto de Lei 8022/14, aprovado pela Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados.

De acordo com as autoras do projeto, a ex-deputada Sandra Rosado e a deputada Keiko Ota (PSB-SP), as autoridades de trânsito têm sistemas online, que permitem a verificação instantânea da situação do condutor e do veículo, mesmo que o motorista não esteja portando a CNH ou o documento do carro.

Ainda segundo o projeto de lei, em caso de impossibilidade de consulta ao banco de dados, a multa e a pontuação na carteira devem ser canceladas se o condutor apresentar em 30 dias a CNH e/ou o comprovante de pagamento do licenciamento.

Para ser aprovado na Comissão de Viação e Transportes, uma emenda foi adicionada ao projeto, tornando obrigatório o porte de outro documento legal de identificação do condutor. O texto ainda vai ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

De acordo com o presidente da Anfavea (associação dos fabricantes de veículos), Luiz Moan, a carga tributária sobre os automóveis no Brasil é de 54,8%. Diante disso, calculamos o preço dos carros mais vendidos no Brasil em cada segmento sem os impostos.

Fonte: Estadão

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Moto é encontrada abandonada as margens da BR 316 em Francisco Macedo



Por volta das 08h30 da manhã de hoje a Polícia Militar foi informada através de populares dando conta que nas margens da BR 316, próximo a cidade de Francisco Macedo, tinha uma moto abandonada.
Imediatamente uma guarnição da PM sob o comando do CB Gildemar esteve o local e constatou a veracidade do fato, encontrando Uma Honda/Biz 125 KS ano 2006/2006 vermelha, placa DRZ 4034-SP.
A moto foi conduzida para a sede do GPM para serem feitos os devidos procedimentos com o intuito de saber a procedência da motocicleta.


quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Secretário de Saúde e profissionais de saúde se reuniram para elaborar estrategia de combate ao Aedes Aegypti

Com o objetivo de discutir a situação da dengue e buscar novos meios de trabalhar a prevenção contra o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e Zika, no município, a Secretaria de Saúde de Francisco Macedo realizou, na noite desta quarta-feira (03), uma reunião de estratégias para montar um plano de ações preventivas contra a proliferação da dengue. A reunião aconteceu às 20h, na residência do secretário de Saúde, onde estavam presentes o Secretário Sebastião Alencar, enfermeiras Jamilly Alencar e Janaina Alencar, fisioterapeuta Lorena Moura, agentes comunitários de sáude, ACES, Técnicos de enfermagens e demais profissionais de saúde. Na ocasião, foi estabelecida a realização de uma mobilização para inspecionar primeiro os prédios públicos da cidade, sendo que essa atividade já será executada nessa Sexta-feira, dia 05 de fevereiro, por equipes formadas pelos funcionários da Secretária Municipal de Saúde, visto que nesse período carnavalesco esses prédios estarão fechados, e se eventualmente houver algum criadouro, poderão levar a um possível avanço na proliferação e disseminação do mosquito Aedes Aegypti.

Já no próximo dia 13 de fevereiro de 2016, sábado, haverá uma ação global envolvendo todos os setores da administração pública e da sociedade, que será realizada em todo o território nacional, com o apoio das forças Armadas, com o objetivo de visitar todos os domicílios e demais imóveis nas zonas Urbanas, sedes dos municípios.

Para isso, é necessário o apoio, envolvimento e a colaboração de toda a população, já que se trata de um grave problema de saúde pública que já se tornou uma emergência internacional.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Com bandeira amarela, conta de luz fica mais barata a partir de março

Imagem reprodução da web
O governo começou a cumprir o cronograma de retirada das bandeiras tarifárias até maio. A partir de março, a cor da bandeira será amarela, mais barata que a atual, a rosa. Conforme o jornal Folha revelou, no cronograma montado pelo governo, a bandeira verde deverá entrar em vigor só em maio, quando somente térmicas que custem menos do que R$ 211 por MWh deverão estar em operação.

Nesta quarta-feira (3), os órgãos responsáveis pelo setor elétrico decidiram desligar usinas térmicas que custam mais do que R$ 420 por megawatt-hora a partir de 1° março.

As bandeiras, um encargo adicionado à conta de luz, encarece as faturas cobradas do consumidor. Entre a cor vermelha, em vigor de janeiro de 2015 ao mês passado, e a verde, que deve vigorar a partir de maio, a redução na conta de luz é de 10%.

Eduardo Braga, ministro de Minas e Energia, não descartou, no entanto, antecipar esse cronograma. Segundo ele, há condições operativas para que a bandeira seja mudada para verde já em abril.

"Estamos em constante monitoramento dos reservatórios. É possível uma bandeira verde em abril, mas não é prudente anunciar agora", afirmou Braga.

Além das bandeiras, o governo também espera que as tarifas de energia caiam esse ano.

Até o momento, estavam ligadas térmicas mais caras, com custo de até R$ 600 por MWh.

Ao todo, serão desligadas sete usinas que produzem 2.000 MW a cada hora, suficiente para abastecer uma cidade com 6 milhões de pessoas.
A decisão é crucial para que a bandeira amarela seja acionada para o mês de março, pois a escolha da cor da bandeira é feita a partir dos custos das térmicas que estão em operação.

A mudança deve reduzir a conta de luz a partir de março em 3%, quando comparada com fevereiro.

Para este mês, está valendo a bandeira vermelha patamar 1, chamada também de bandeira rosa, criada na última semana pela Aneel para baratear as contas de luz em 3%, quando comparado ao que foi cobrado em janeiro.

Segundo o diretor da Aneel, Romeu Rufino, dois fatores devem favorecer as quedas das tarifas: o encargo da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), que está um terço mais baixo que no ano anterior, e o preço da energia da usina de Itaipu.

"Estamos entrando em um novo ciclo de baixa das tarifas", disse Rufino.

Fonte: Folha de S. Paulo 

Zika pode ser transmitido pelo sexo? Os três casos que intrigam cientistas

Cientista Brian Foy contraíu zika em visita ao Senegal (Foto: Brian Foy)
O risco de transmissão sexual do vírus da zika ainda não foi comprovado cientificamente, mas três casos de possível contágio intrigam cientistas e já levaram médicos a recomendar que grávidas usem proteção durante relações sexuais.
O mais recente ocorreu no estado do Texas. Em entrevista à BBC, a vice-diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), Anne Schuchat, disse que “o laboratório confirmou o primeiro caso de zika vírus em um não-viajante. Nós não acreditamos que o contágio tenha ocorrido por meio de picadas de mosquito, mas sim por contato sexual”.
Questionada sobre a confirmação, Schuchat explicou que, até o momento, não há outras formas plausíveis que possam dar conta da transmissão, já que uma pessoa esteve na Venezuela, voltou aos EUA, apresentou sintomas de zika, e teve contato sexual com o parceiro.
O caso no Texas soma-se a outros dois que, embora não comprovados, são amplamente citados na literatura científica. Em um deles, o vírus foi detectado no sêmen de um paciente e, no outro, um cientista que havia estado em uma área de contaminação por zika voltou aos EUA onde teria contaminado a esposa.
Em 2013, durante um surto de zika na Polinésia Francesa, o vírus foi detectado no sêmen de um homem de 44 anos. Ele havia apresentado sintomas típicos da infecção por zika: febre, dores de cabeça e nas articulações. Após alguns dias, o paciente notou vestígios de sangue no sêmen e procurou atendimento médico. Exames detectaram o vírus no material coletado.
Neste caso, não houve a comprovação de infecção de uma segunda pessoa pela via sexual, mas, sim, da contaminação do sêmen pelo chamado vírus replicante, ou seja, capaz de gerar a propagação da doença. "Nossas descobertas apoiam a hipótese de que o Zika pode ser transmitido por via sexual", conclui artigo de fevereiro de 2015, disponível no site do Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês).
No segundo caso de possível contaminação sexual, o sêmen do paciente com zika não foi examinado. No entanto, a esposa deste paciente teve a zika diagnosticada e a única explicação plausível seria o contágio sexual.
Foi o caso do cientista americano Brian Foy, em 2008. Ele havia visitado uma região do Senegal afetada por zika e, ao retornar para casa, no Colorado, Estados Unidos, teria infectado sua esposa durante uma relação sexual um dia após seu retorno.
"Vivemos no Colorado, um Estado americano onde não há mosquitos na época do ano em que minha mulher contraiu o vírus. E onde não há ocorrência do Aedes aegypti (o mosquito transmissor do vírus). O mais provável é que minha mulher tenha sido infectada quanto tivemos relações, antes de eu me sentir doente, mas a ciência ainda não está nem perto de provar a possibilidade desse tipo de contágio", conta Foy, em entrevista por telefone à BBC Brasil.
O professor-assistente da Universidade Estadual do Colorado é um dos autores de um estudo que sugere a possibilidade de transmissão do zika por contato sexual. Inicialmente, Foy foi diagnosticado com dengue e médicos não conseguiram descobrir o que tinha se passado com sua esposa. Passou-se um ano até que eles descobrissem que se tratava de zika.
O americano acredita que a repercussão causada pela epidemia no Brasil incentive o financiamento de pesquisas buscando investigar o assunto. Foy afirma não haver dúvidas de que a picada do Aedes aegypti é a forma principal pela qual se pode contrair o vírus, mas defende a importância de que ao menos se descubra mais sobre a via sexual.
"Para atingir uma área de contágio tão extensa de forma tão rápida, o mosquito é a grande explicação. Pode ser até que o contágio sexual represente uma ocorrência rara e, diante dos problemas enfrentados pelas autoridades de saúde dos países afetados, como o Brasil, não esteja no alto da lista de prioridades. Como cientista, porém, sempre acredito na importância de se investigar outras possibilidades", completa.
Em uma entrevista a uma rede de TV americana, Foy relatou ter sido constantemente picado por mosquitos enquanto fazia seu trabalho de campo no vilarejo senegalês de Bandafassi. Voltou para os EUA no final de agosto de 2008 e, dias depois, começou a se sentir mal, com sintomas que variavam de fadiga a dores no momento de urinar, além de inflamações na pele – a esposa teria notado o que parecia ser sangue no sêmen do marido.
Foy pediu ajuda a colegas do CDC, a principal agência voltada para a proteção da saúde pública dos EUA, para identificar a patologia com que tinha sido infectado. O diagnóstico de dengue não o deixou convencido, e muito menos a indefinição sobre o que teria acontecido com a mulher.
Um ano depois, um dos auxiliares do cientista na viagem à África, Kevin Kobylinski, que também ficou doente, estava conversando em um jantar com o entomologista Andrew Haddon, da Universidade do Texas, quando tocou no assunto.
Haddow, por uma grande ironia do destino, é neto de Alexander Haddow, um dos três cientistas que isolaram o zika pela primeira vez, em 1947, quando o extraíram de um macaco na Floresta de Zika, em Uganda. Quando soube que amostras de sangue de Kobylinski e dos Foy ainda estavam preservadas em um laboratório, o entomologista sugeriu que elas fossem enviadas para o virologista Robert Tesh. As três amostras testaram positivo para zika.
Em seu estudo, Foy apresenta outros argumentos para defender a hipótese de contato sexual. Joy, sua mulher, jamais visitou a África ou a Ásia e, na época da publicação do documento, já fazia quatro anos que não deixava os EUA. Antes da epidemia no Brasil e que começa a chegar a outros países da América do Sul, o zika jamais tinha sido reportado no hemisfério Ocidental.
Outros estudos envolvendo doenças transmissíveis por mosquitos há haviam sugerido a possibilidade de contágio sexual. Haddow, por exemplo, aponta para o fato de que a epidemia de zika na Micronésia (Oceania), em 2007, deu margem para especulações sobre este tipo de contágio.
Isso porque a proporção de mulheres infectadas foi 50% maior que a de homens – na maioria das doenças sexualmente transmissíveis, o sexo vaginal oferece riscos de contágio muito maior para as mulheres.
"É a explicação mais lógica. Outra possibilidade é que tivesse sido passado pela saliva ou outros fluidos corporais, mas temos quatro filhos, e eles não ficaram doentes.

G1

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

"Vai ficar marcado. Nasci de novo", diz Chambinho após atentado no Piauí

Gustavo Almeida/G1
clique para ver a foto em tamanho real
Artista se emocionou ao relatar o episódio e lembrar da família














Artista se emocionou ao relatar detalhes do episódio e lembrar dos filhos. No sábado, motoqueiro seguiu carro onde o cantor estava e disparou 4 tiros.

O ator e sanfoneiro Nivaldo Expedito de Carvalho, o Chambinho do Acordeon, que interpretou Luiz Gonzaga no cinema, disse nesta segunda-feira (1º) que o atentado sofrido na madrugada de sábado (30) ficará marcada para o resto da vida. O artista garantiu que o episódio não se tratou de uma tentativa de assalto, mas sim de homicídio, e se emocionou ao falar da família e dos dois filhos.

"Dá medo. É uma coisa que vai ficar marcada para o resto da minha vida. Agora me considero um piauiense legítimo porque nasci de novo", afirmou o sanfoneiro que é natural de São Paulo e filho de pais piauienses.

Por volta das 2h15 da madrugada do sábado, o artista deixava uma casa de shows na Zona Leste de Teresina com a mulher e mais um amigo que conduzia o veículo. Logo após sair, um homem pilotando uma motocicleta e com capacete preto efetuou um disparo.

O motociclista continuou seguindo o carro e mais três tiros foram disparados. Um deles atingiu de raspão um amigo de Chambinho que dirigia o carro.

"O elemento já chegou atirando e acho que foi uma tentativa de homicídio. Espero que a polícia encontre esse homem, porque eu quero saber o que aconteceu. Aqui em Teresina eu só tenho amigos e nunca tive discussão com ninguém, nem aqui e em lugar nenhum do Brasil", afirmou o sanfoneiro.

Ainda no sábado, o artista publicou um desabafo em seu página oficial em uma rede social sobre o caso. Chambinho ainda se questiona porque foi alvo do atentado e diz não entender os motivos do episódio. “Não sei o que tem de errado, porque eu trabalho com arte, com música. Meu objetivo é proporcionar entretenimento para as pessoas”, desabafou.

Apesar de ainda estar assustado com o ocorrido, ele afirma que seguirá em frente com sua rotina, mas terá um pouco mais de precaução.

"A apresentação foi uma das melhores que eu fiz aqui em Teresina e as pessoas estavam muito animadas. Não vou deixar de tocar sanfona e a vida segue, mas com mais precaução a partir de agora. Confesso que ainda estou muito assustado, mas agora é voltar para casa e pensar na família", disse ele.

Investigação
Para o delegado Ademar Canabrava, titular do 12º Distrito Policial, a polícia trabalha com duas linhas de investigação: de tentativa de homicídio e de assalto contra o cantor. O delegado informou ter solicitado na manhã desta segunda-feira (1º) as imagens de todas as câmeras de segurança localizadas na Avenida Nossa Senhora de Fátima, local do crime.

"Não podemos descartar neste momento nenhuma hipótese. Encaminhei o pedido das imagens para à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) e vou solicitar também a perícia no carro utilizado pelo cantor no dia do crime. Já estou em posse dos depoimentos das vítimas, já que eles foram prestados ao delegado de plantão da Central de Flagrantes", declarou Canabrava.

Fonte: Jornalista292

sábado, 30 de janeiro de 2016

Intérprete de Luiz Gonzaga é alvo de tentativa de homicídio na zona Leste

Chambinho do Acordeom, Cantor e ator
O artista Chambinho do Acordeom, que interpretou Luiz Gonzaga no filme ‘Gonzaga – De pai para filho’, sofreu uma tentativa de homicídio na noite desta sexta-feira (30), em Teresina, após sair de uma apresentação no ‘Água de Chocalho’.

As informações ainda são imprecisas, mas relatos repassados por uma fonte informam que ele saiu do show em uma Land Rover e que um motoqueiro teria disparado quatro tiros contra o carro. Um amigo e o motorista tiveram ferimentos leves.

Hoje Chambinho prestou queixa. O delegado-geral Riedel Batista não atendeu a ligação nem retornou as mensagens.

O artista ameaçou deixar a cidade. Ele encontra-se no Metropolitan, mas foi convencido a ficar. Chambinho participará de casamento, no Coco Bambu, da médica Larissa e do vereador Mávio, de Jaicós.
carro1.jpg

Fonte: 180graus
 
Todos os direitos reservados © 2016 - FMNews.com.br
Contato: (89) 994010353 e (89) 994174202