Ultimas

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Instituto de Meteorologia prevê aumento de chuvas no semiárido do Piauí

Eugênio Lopes, INMET - Imagem Reprodução-
Uma notícia boa para os agricultores e toda população do semiárido piauiense, que nos últimos anos vêm sofrendo com os efeitos da estiagem prolongada. 
 
O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), órgão governamental que acompanha as mudanças no tempo e clima em todo Brasil, aponta que haverá um aumento no índice de chuvas durante o primeiro trimestre de 2014.
 
De acordo com Eugênio Lopes, Coordenador de Meteorologia em Picos e região, a média de chuvas nessa região é de 600 milímetros, no entanto, a queda nos últimos dois anos foi drástica, contabilizando 170 mm de chuva no primeiro trimestre de 2012 e 290 mm no mesmo período de 2013.
 
“O INMET nos passou um prognóstico para os meses de janeiro, fevereiro e março, segundo as previsões as chuvas devem ficar entre 35% e 40% abaixo da média anual que é de 600 mm”, explica.
 
E mesmo o percentual mais negativo, ocasionando a queda de 40% na média de chuvas, o resultado ainda será positivo para região, tendo em vista que as chuvas ficarão em torno de 360 mm e 390 mm, quantidade que supera os anos anteriores.
 
Eugênio Lopes ressalta que nenhum instituto de previsão tem a garantia de acertar por completo, mas acrescenta que nos últimos dois anos o INMET foi preciso nas previsões meteorológicas para o semiárido piauiense.
 
“Nos últimos dois anos nós acertamos em cheio, pedimos a Deus que neste ano possamos errar para que não aconteça mais um inverno de fracasso. O agricultor precisar ser otimista e nós não vamos desestimular o plantio, choveu e molhou a terra, ele deve plantar”, afirma.
 
Eugênio Lopes acrescenta que essas chuvas já caracterizam o início do que é chamado de “inverno” na região Nordeste, também expõe que no mês de março haverá maior volume de chuva, se comparado aos meses anteriores.
 
“Nós orientamos à população em geral que as primeiras chuvas já estão acontecendo, e dependendo do horário e formação de nuvens, podem vir com forte temporal. Então nós mantemos a orientação que as pessoas se previnam durante um forte temporal, evitando se expor aos perigos dos raios”, pontua.
 
Fonte: Portal o Povo
 
 
Todos os direitos reservados © 2016 - FMNews.com.br
Contato: (89) 994010353 e (89) 994174202