Ultimas

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Delcídio fica transtornado em depoimento após tomar conhecimentos das críticas de Lula

© Fornecido por Notícias ao Minuto

O líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS), ficou sabendo que o ex-presidente Lula o havia criticado na tarde desta quinta-feira (26). Com a notícia, conta o G1, o senador se "descontrolou completamente". Delcídio teve acesso a declaração de Lula enquanto dava o seu depoimento para a Polícia Federal na superitendência da corporação em Brasília, onde o parlamentar está preso.

Os jornais "Folha de S. Paulo" e "Estado de S. Paulo" informaram que Lula havia afirmado, em almoço na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), que o senador fez uma "coisa de imbecil", em referências às acusações de que Delcídio estava atrapalhando os trabalhos da Operação Lava-Jato.

As publicações referem que Lula se disse surpreso com a "grande burrada" que Delcídio cometeu. No entanto, o Instituto Lula nega via assessoria de imprensa que Lula tenha dado as declarações.

A GloboNews mostrou que quando Delcídio ficou sabendo das declarações de Lula, ele se "descontrolou completamente" e o advogado do senador teve que interferir, o que suspendeu o depoimento.

Segundo relatos, por este motivo, Delcídio não chegou a ser questionado sobre o trecho da gravação telefônica em que o senador sugere para o filho de Nestor Cerveró uma fuga do ex-diretor da Petrobras para a Espanha via Paraguai.

A reportagem do G1 tentou entrar em contato com o advogado de Delcídio do Amaral, Maurício Leite, mas ele disse que estava em uma reunião e que retornaria às ligações. Porém, não houve contato até a publicação da reportagem.

Depoimento de Delcídio
A GloboNews teve acesso ao depoimento prestado pelo senador. Delcídio pediu a soltura do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró por "questões humantárias". Ele também teria mencionado que há informações de que o vice-presidente Michel Temer tinha relações próximas com o ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada, também preso pela Lava Jato.

A reportagem revela que na gravação telefônica, o Delcídio fala para o filho de Cerveró e para o advogado que Michel Temer havia procurado o ministro do STF Gilmar Mendes para tratar sobre Zelada. Delcídio contou que na conversa por telefone, Temer estaria 'preocupado' com Zelada.

Além disso, o senador falou que citou Temer porque, segundo "informações que se tinham à época", o vice-presidente mantinha relações próximas com Zelada. Questionado sobre o que seria essa proximidade, Delcídio disse que preferia não responder.

Assessoria de Temer
Nesta sexta-feira, a assessoria de imprensa de Michel Temer, presidente do PMDB, divulgou uma nota sobre a declaração de Delcídio. O documento afirma que "Jorge Zelada foi levado à presidência do PMDB por estar sendo indicado para cargo na Petrobras, ocasião em que foi apresentado a Michel Temer. O presidente do PMDB não o indicou nem trabalhou pela sua manutenção no cargo".

A assesoria também ressalta que repudia as declarações do senador. "Portanto, o presidente do PMDB nega qualquer relação de proximidade com Jorge Zelada e repudia veementemente as declarações do senador Delcídio do Amaral.", completa o texto.

Fonte: MSN
 
Todos os direitos reservados © 2016 - FMNews.com.br
Contato: (89) 994010353 e (89) 994174202