Ultimas

quarta-feira, 8 de junho de 2016

PM prende suspeitos de roubar 1000kg de fios de cobre de Parque Eólico

A Polícia Militar prendeu uma quadrilha suspeita de roubar uma tonelada de fios de cobre da empresa responsável pela manutenção de torres de energia eólica. As prisões ocorreram ontem (07) nas cidades piauienses Caldeirão Grande do Piauí, Fronteiras e  Campos Sales, no Ceará.
Bruna Sousa e Getúlio Maximiano Martins foram presos em flagrante no Parque Eólico.
"Recebemos a denúncia de que esse casal estava em uma moto cor prata circulando pela região. Ao chegar no local nos deparamos com os dois dentro do matagal com cerca de 150 kg de cobre. A Bruna já estava descascando o fio para levar. Para a polícia, o Getúlio confessou que era a terceira vez que praticava o furto e delatou o nome do receptor", explica o tenente Francisco de Assis, comandante do GPM de Marcolândia.
O militar explica que os suspeitos descascavam os fios para repassar para os receptadores. Cada peça custa no mercado entre R$ 28 a R$ 30, mas era vendida ilegalmente em média por R$ 8 a R$ 11.
Três prisões ocorreram na zona rural de Fronteiras. O suspeito foi identificado Dino Sabino Maravilha. Os outros dois são irmãos e não tiveram a identidade confirmada.
"O  Getúlio confessou que repassava o cobre para o Dino que tem uma sucata em Fronteiras. Fomos até o local, mas ele não estava. Então fizemos buscas pela residência e encontramos cerca de 100 kg do cobre. Em seguida, descobrimos que o Getúlio estava na zona rural da cidade e o encontramos comprando uma pequena quantidade de cobre de dois irmãos que estão sendo autuados em Fronteiras", reitera o PM.
Na casa dos irmãos, as equipes apreenderam ainda um revólver calibre 38 , uma espingarda calibre 36 e duas armas de fabricação artesanal.
                                                                                
A última prisão ocorreu na cidade de Campo Sales- CE. Com Dário Pereira de Souza foi apreendido o maior carregamento de cobre, cerca de 500 quilos.
"Essa cidade faz divisa com o Piauí. O Dário estava com um caminhão com mais de 500 kg de cobre e pretendia levar para Juazeiro do Norte. A quadrilha causou um grande prejuízo para a empresa pois os fios não têm mais como serem utilizados, porque foram desencapados. Como o furto foi em grande quantidade, isso poderia comprometer a geração de energia", reitera o tenente De Assis.
Os suspeitos devem responder por furto, receptação e formação e quadrilha. De acordo com a PM, a empresa responsável  pela manutenção de torres de energia eólica não divulgou o valor do prejuízo, mas estima-se que seja em média de R$ 30 mil.

Fonte: Cidade Verde
                                                                               






 
Todos os direitos reservados © 2016 - FMNews.com.br
Contato: (89) 994010353 e (89) 994174202